domingo, 16 de junho de 2019

AGORA COMO DANTES
 
Por Joaquim A. Rocha




BALTAZAR. // Nasceu no século XIX. // Morou no lugar de Crastos, freguesia de Paderne, concelho de Melgaço. // Constava que depois da sua morte se apurou ficar este a dever à Confraria dos Clérigos de Paderne, da qual fora tesoureiro colado, oitocentos e tal escudos «mas que esta quantia ainda se não acha em cofre porque os herdeiros daquele Baltazar têm sido sempre acobertados pela Mesa de então, e por todas as que se lhe seguiram, devido a terem-se ali colado também não só mesários, como também o tesoureiro Rafael» (Correio de Melgaço n.º 104, de 23/6/1914). // Comentário: se ficou a dever à Confraria é porque se serviu de dinheiros dela para os seus próprios fins. Os clérigos de Paderne, frades agostinhos, confiaram cegamente nele, atribuíram-lhe a colação, mas pelos vistos o Baltazar não era de confiança. Consequências: ficaram certamente sem esse dinheiro, e provavelmente sem outros que não foram detetados. Estávamos no século XIX mas no século XXI é diferente? Julgo que não. A corrupção alastrou como a produção dos morangos e dos cogumelos. É doce, é bom, e por isso todos gostam. Quem resiste à entrada de dinheiro na sua conta bancária? Quase ninguém. Ganhar dinheiro fácil é aquilo que a maioria procura. A honestidade, a honradez, é somente para alguns, sobretudo para os “parvos”. Em nossos dias não há praticamente ninguém que não esteja sob suspeita: presidentes de Câmara, secretários de Estado, ministros, administradores, diretores gerais, gestores, de grandes ou médias empresas, presidentes de clubes de futebol, banqueiros, etc., todos são alvo de investigações pelas polícias judiciárias, mas até estas por vezes são acusadas pelo Ministério Público de crimes de peculato e outros. Há pessoas que me perguntam: - onde isto irá parar? Eu respondo-lhes: - a lado nenhum! Temos de nos habituar a viver neste ambiente corrupto, neste lodo. As cadeias já nada resolvem. São universidades do crime. Ali toda a malandrice se aprende. Todos os truques, todas as perversidades, todo o mal, ali se adquire, gratuitamente, sem pagar propinas a ninguém. Não haja quaisquer ilusões: o mal, a baixeza, a falta de escrúpulos, impera em todas as prisões do planeta terra. As leis, os tribunais, as polícias, não conseguem resolver este problema. Todos os anos o crime aumenta. É uma praga. Quanto a mim, incrédulo como Tomé, só há um caminho a seguir: esperar pacientemente, aprender a sobriver no meio do caos.        

sexta-feira, 14 de junho de 2019

GENTES DO CONCELHO DE MELGAÇO
(Freguesia de Cristóval)
 
Por Joaquim A. Rocha




// continuação...

ABREU, Maria José. Filha de Francisco de Abreu e de Maria Engrácia de Abendanho. // Faleceu em São Gregório a 2/1/1871, com sessenta anos de idade, no estado de casada com Manuel Rodrigues, com todos os sacramentos, sem testamento, e foi sepultada na igreja. // Mãe de Luís, Joaquina, e de Carlota.

 

ABREU, Maria José. Filha de Celestino de Jesus Abreu, guarda da Alfândega, e de Adelaide Estefânia Lopes. Neta paterna de Luís Manuel de Abreu e de Albina Josefa de Almeida; neta materna de Francisco António Lopes e de Cármen Durães. Nasceu a 19/12/1889 e foi batizada na igreja de Cristóval a 26 desse mês e ano. Padrinhos: José Joaquim Fernandes, solteiro, guarda da fiscalização, de Gondarém, Vila Nova de Cerveira, e Maria Teresa Lopes, solteira, tia da criança, todos moradores em São Gregório.

 

ABREU, Miquelina Rosa. Filha de José Joaquim de Abreu (Lima e Castro Abendanho), natural de Alvaredo, e de Francisca Rosa Gomes, natural de Paços, moradores em São Gregório. Neta paterna de Francisco José de Abreu (Lima e Castro) e de Maria Engrácia Araújo Lira de Abendanho, de Alvaredo; neta materna de Manuel José Gomes e de Ana Rosa Esteves, de Sá, Paços. Nasceu em São Gregório a 28/8/1833 (*) e foi batizada a 31 desse mês e ano. Padrinhos: o seu avô materno e sua filha Ana. // Proprietária. // Faleceu a 16/7/1905, em São Gregório, onde morava, sem sacramentos, no estado de solteira, sem testamento, e foi sepultada no cemitério paroquial. // Foi mãe solteira do Dr. José Joaquim de Abreu, 1.º Conservador da Conservatória do Registo Civil de Melgaço. /// (*) Em “O Meu Livro das Gerações Melgacenses”, de Augusto César Esteves, volume I, página 608, diz-se que ela nasceu a 3/8/1839.   



 

ABREU, Olívia. Filha de Celestino de Jesus Abreu e de Adelaide Estefânia Lopes, ele guarda da Alfândega. N.p. de Manuel Luís de Abreu e de Albina Josefa de Almeida; n.m. de Francisco Manuel Lopes e de Cármen Durães, todos a morar na Rua Verde de São Gregório. Nasceu a 28/12/1886 e foi batizada na igreja de Cristóval, pelo padre António José Afonso, de Pousafoles, Fiães, a 1/1/1887. Padrinhos: Caetano de Abreu, casado, oficial de alfaiate, e sua mulher, Ludovina Rosa Lopes, tios da criança, moradores no lugar de São Gregório. // Casou com Manuel Joaquim, de 22 anos de idade, cristovalense, filho de Augusto César Correia e de Benedita de Barros, na CRCM, a 7/8/1913. // Ambos faleceram em Cristóval: o marido a 20/8/1969 e ela a 21/4/1971.

 

ABREU, Virgínia Augusta. Filha de Celestino de Jesus Abreu, soldado da Guarda-Fiscal, e de Adelaide Estefânia Lopes. N.p. de Luís Manuel de Abreu e de Albina Josefa de Almeida; n.m. de Francisco Manuel Lopes e de Cármen Durães, todos moradores em São Gregório. Nasceu a 2/4/1892 e foi batizada a 10 desse mês e ano. Madrinha: Teresa Lopes, solteira, tia materna da batizanda, moradora na Rua Verde. 

 

ACENSO

 

ACENSO, António José. Filho de António Acenso, guarda da alfândega de Valença, e de Adelina do Carmo, moradores, ocasionalmente, em Cevide. Neto paterno de Domingos Acenso e de Maria Francisca Rei, da Vila de Valença; neto materno de Maria Rodrigues, solteira, do lugar de Cristelo Carvão, freguesia de Cigadau (será em Vieira do Minho?). Nasceu a 29/4/1874 e foi batizado na igreja de Cristóval a 11/5/1874. Padrinhos: António José Correia, casado, chapeleiro, e sua filha, Genoveva Maria, paroquianos de Desteriz, moradores no lugar de Lama, bispado de Tui.   

 

*

 

ADELAIDE JOAQUINA. Filha de pais incógnitos. Foi batizada na igreja de Cristóval a 25/2/1838. Padrinhos: Manuel António da Costa, de Vilar, Tangil, Valadares, e Maria Joaquina Pires, de Merelhe, Paços. // Sem mais notícias.  

 

AFONSO

 

AFONSO, Adriano. Filho de José Afonso e de Maria Marques, lavradores, do Coto de São Gregório. N.p. de Bernardo Afonso e de Laura Monteiro; n.m. de Caetano José Marques e de Albina de Barros. Nasceu a 5/4/1885 e foi batizado na igreja de Cristóval a 11 desse mês e ano. Madrinha: a avó materna, proprietária, moradora em São Gregório. // Em Junho de 1913 deu 2$00 para a escola da freguesia (CM 55). // Casou com Rosa, de 34 anos de idade, da freguesia de Cameeira (?), Santa ------------ de Bande (?), filha de António Tojeira e de Maria Fernandes, a 30/11/1930. // Faleceu na sua freguesia natal a 15/3/1968. // Nota: parece ser o mesmo senhor que exerceu a atividade de comerciante; a ser verdade, foi pai de Maria, que casou a 15/8/1954 com seu primo Manuel Afonso Marques, comerciante em Lisboa, filho de António Marques e de Rosa Marques, industriais em Espanha.   

 

AFONSO, Adriano Carlos. Filho de João Manuel Carlos, natural de Arcozelo, Ponte de Lima, e de Deolinda Marques Afonso, natural de Cristóval, Melgaço, jornaleiros. Nasceu em Cristóval a --/--/1913 (Correio de Melgaço n.º 41, de 16/3/1913). // Faleceu em São Gregório a --/--/1914, com apenas dezassete meses de idade (Correio de Melgaço n.º 113, de 25/8/1914).  

 

AFONSO, Albina. Filha de Josefa Afonso, solteira, da Soalheira, Cristóval. Neta materna de Tomás Afonso e de Marcelina Pires, do mesmo lugar. Nasceu a 5/5/1856 e foi batizada no dia seguinte. Padrinho: João Bermudes, de Sucastelo.  

 

AFONSO, Albina Augusta. Filha de Manuel Afonso e de Rosa de Jesus de Brito, lavradores, residentes no lugar do Sobreiro. N.p. de António Afonso e de Maria Rosa Domingues; n.m. de António José de Brito e de Maria Joaquina Durães. Nasceu em Cristóval a 17/3/1897 e foi batizada na igreja a 19 desse mês e ano. Padrinho: José Afonso, solteiro, lavrador, o qual (em virtude de se encontrar ausente), foi representado por Luís Domingues, casado, agricultor; e madrinha, Albina da Silva, solteira.   

 

AFONSO, Albina Cândida. Filha de ---------- Afonso e de ---------------------------------------. Nasceu a --/--/19--. // Faleceu em Cristóval a --/--/1914, com apenas quarenta meses de idade (Correio de Melgaço n.º 115, de 8/9/1914).

 

AFONSO, Alcina Olívia. Filha de Severo Afonso, galego, e de Joaquina Maria Dias, melgacense. Nasceu em Cristóval a --/--/1917 (Jornal de Melgaço n.º 1172, de 25/8/1917).

 

AFONSO, Alexandre Maria. Filho de António Afonso e de Elvira Rosa Garcia, do Rego. Nasceu a --/--/19-- e foi batizado na igreja de Cristóval a 11/4/1999. 

 

AFONSO, António Eduardo. Filho de José Afonso e de Maria Marques, lavradores, residentes no Coto de São Gregório. N.p. de Bernardo Afonso e de Laura Monteiro; n.m. de Caetano José Marques e de Albina de Barros. Nasceu a 28/12/1889 e foi batizado na igreja de Cristóval a 1/1/1890. Madrinha: Claudina Marques, casada, tia do neófito, moradora na Rua Verde. // Casou com Rosa, de 23 (ou 25) anos de idade, natural de Fiães, filha de Manuel José Domingues e de Maria José Meleiro, na CRCM, a 11/1/1919. // Ambos faleceram em Fiães: a esposa a 22/2/1972 e ele a 23/6/1975.

 

AFONSO, António José. Filho de Manuel Afonso, natural de Lamas de Mouro, e de Rosa de Jesus de Brito, natural de Cristóval, lavradores, residentes no lugar do Sobreiro. N.p. de António Afonso e de Maria Rosa Domingues; n.m. de António de Brito e de Maria Joaquina Durães. Nasceu em Cristóval a 12/8/1901 e foi batizado na igreja a 18 desse mês e ano. Padrinhos: António José Dias, casado, lavrador, e Albina Rosa da Silva, solteira, proprietária. // Fez exame do 1.º grau a 3/7/1914, na escola do sexo masculino de Cristóval, com o professor Abel Nogueira Dantas, obtendo a classificação de «ótimo» (Correio de Melgaço n.º 106, de 7/7/1914). // A 9/5/1937 iriam à praça alguns bens penhorados nos autos de execução sumária em que eram exequentes ele, mais Laura Germana Afonso e marido, José Francisco Bernardo, do Sobreiro, Cristóval, e executados Adriano Dias e sua mulher, Sara Dias, de Alcobaça, Fiães, para pagamento da quantia exequenda de 846$04 e mais despesas acrescidas. 

 

AFONSO, Augusto. Filho de Josefa Afonso, solteira, moradora no lugar da Soalheira. Neto materno de Tomás Alonso e de Marcelina Pires, lavradores, do dito lugar. Nasceu a 21/2/1862 e foi batizado na igreja de Cristóval a 23 desse mês e ano. Padrinho: João Bermudes, casado, lavrador, do Outeiro, Paços. // Faleceu a 18/7/1873 e foi sepultado na igreja. 

 

AFONSO, Bernardino. Filho de Manuel Afonso e de Gertrudes Fernandes, do lugar de Jancebaez (?), São Pedro de Leirado, Ourense. // Casou na igreja de Cristóval a 25/6/1843, com Ana Monteiro, filha de Francisco Monteiro e de Ana Fernandes, do Coto, Cristóval. Testemunhas presentes: Manuel Marques, da Granja, e Manuel Afonso, do dito lugar da freguesia de Leirado, Galiza.  

 

AFONSO, Caetana. Filha de Manuel António Afonso e de Antónia Helena Domingues, da Granja, Cristóval. N.p. de Luís Afonso e de Maria José (?), de Quintela de Cima do Mouro; n.m. de Francisco Domingues e de Antónia Maria, da Granja. Nasceu a 11/6/1835 e foi batizada a 13 desse mês e ano. Padrinhos: Caetano José Domingues e Antónia Maria do Outeiro.

 

AFONSO, Caetano. Filho de José Afonso e de Maria Marques, lavradores, residentes no lugar do Coto. N.p. de Bernardino Afonso e de Laura Monteiro; n.m. de Caetano José Marques e de Albina de Barros. Nasceu em Cristóval a 27/6/1894 e foi batizado na igreja a 2 de Julho desse mesmo ano. Padrinhos: António Eduardo Marques, casado, proprietário, e Albina Isabel de Araújo, solteira. // Faleceu no Coto de São Gregório a 9/1/1895, apenas com seis meses de idade, e foi sepultado na igreja no dia seguinte.

 

AFONSO, Cândida das Dores. // Faleceu em Cristóval a --/--/1993 (VM 995).

 

AFONSO, Constantino. Filho de José Maria Afonso, soldado da Guarda-Fiscal, natural da freguesia de São Lourenço de Canedo, arciprestado de Montalegre, e de Carolina Rosa Rodrigues, lavradeira, natural da freguesia de Arão, concelho de Valença, moradores em São Gregório, Melgaço. Neto paterno de Josefa Afonso; neto materno de Manuel Joaquim Rodrigues e de Secundina Lizardo. Nasceu em Cristóval a 12/12/1895 e foi batizado na igreja a 16 desse mês e ano. Padrinhos: Constantino José Domingues, casado, lavrador, e Rosa Marques, casada.    

 

AFONSO, Daniel Augusto. Filho de José Afonso e de Maria Marques, lavradores, residentes no Coto da Encruzilhada. Neto paterno de Bernardino Afonso e de Luria Monteiro, de Santa Maria de Leirado, Galiza, moradores no dito lugar; n.m. de Caetano José Marques e de Albina Barros, de São Gregório. Nasceu a 6/9/1881 e foi batizado na igreja de Cristóval nesse dia. Padrinhos: Augusto Marques, solteiro, lavrador, residente em São Gregório, tio do bebé, e Germana de Araújo, solteira (por procuração de Delfina de Sousa Viana, solteira, da Vila de Monção).  

 

AFONSO, Delfina. Filha de Josefa Alonso, solteira, moradora na Soalheira. Neta materna de Tomás Afonso e de Marcelina Pires, do mesmo lugar. Nasceu a 10/2/1869 e foi batizada na igreja de Cristóval no dia seguinte. Padrinho: João Bermudes, casado, lavrador, residente no Outeiro, Paços.

 

AFONSO, Deolinda. Filha de José Afonso e de Maria Marques, lavradores, residentes no Coto da Encruzilhada. Neta paterna de Bernardo Afonso e de Luria Monteiro; neta materna de Caetano José Marques e de Albina de Barros. Nasceu a 11/6/1883 e foi batizada na igreja de Cristóval a 14 desse mês e ano. Padrinhos: o seu avô materno, proprietário, e Maria Pires, solteira, moradores em São Gregório. // Casou na igreja de Cristóval a 30/6/1906 com João Manuel Carlos, de 24 anos de idade, solteiro, jornaleiro, morador no lugar de São Gregório, natural de Arcozelo, Ponte de Lima, filho de Rosa da Conceição, daquela vila minhota. // Mãe de Adriano Carlos Afonso e de José Manuel Carlos Afonso.    

 

AFONSO, Eduardo. Filho de José Afonso e de Maria Marques, lavradores, do Coto da Encruzilhada, São Gregório. Neto paterno de Bernardo Afonso e de Laura Monteiro; neto materno de Caetano José Marques e de Albina de Barros. Nasceu a 29/12/1887 e foi batizado na igreja de Cristóval a 1/1/1888. Padrinhos: Romão Alves, lavrador, e sua mulher, Benedita Pires, moradores no lugar de Santa Baía (?), freguesia de São Cipriano de Padrenda, bispado de Tui. 

 

AFONSO, Flávia do Nascimento. Filha de José Afonso e de Maria Marques, lavradores, residentes no lugar do Coto de São Gregório. Neta paterna de Bernardino Afonso e de Lauria Monteiro, de São Pedro de Leirado, Ourense; neta materna de Caetano José Marques e de Albina de Barros, de São Gregório. Nasceu a 20/12/1891 foi batizada a 30 desse mês e ano. Madrinha: Maria Restory de Araújo, solteira, parente em 3.º grau da neófita, moradora na Rua Verde. 

 

AFONSO, Francisca. Filha de Josefa Afonso, solteira, da Soalheira. Neta materna de Tomás Afonso e de Marcelina Pires, do dito lugar. Nasceu a 7/1/1858 e foi batizada na igreja de Cristóval a 9 desse mês e ano. Padrinho: João Bermudes, natural do lugar do Outeiro, Paços. // Faleceu a 26 de Janeiro (?) de 1858.

 

AFONSO, Glória Augusta. Filha de José Maria Afonso, guarda da fiscalização, em serviço no ponto de Pousafoles, Fiães, e de Carolina Rosa Rodrigues. Neta paterna de Josefa Afonso, solteira, do lugar de Sesserigo, freguesia de Codeçoso, comarca de Monte Alegre, arcebispado de Braga (atualmente pertence ao concelho de Boticas); neta materna de Manuel Joaquim Rodrigues e de ----------- Lizardo, de Arão, Valença. Nasceu a 9/3/1893 e foi batizada na igreja de Cristóval a 12 desse mês e ano. Padrinhos: Francisco Joaquim Pires e sua mulher, Vicenta (?) do Outeiro, proprietários, do lugar do Outeiro, freguesia de Paços.    

 

AFONSO, Jaime Carlos (Cortinhas). Filho de João Manuel Carlos, natural de Arcozelo, Ponte de Lima, e de Deolinda Afonso, natural de Cristóval, Melgaço, lavradores, residentes em São Gregório. Neto paterno de Rosa da Conceição; neto materno de José Afonso e de Maria Marques. Nasceu em Cristóval a 12/4/1909 e foi batizado na igreja a 18 desse mês e ano. Padrinhos: António Afonso, solteiro, lavrador, e Albina Augusta de Araújo, solteira, proprietária. // Casou a 26/4/1932, em Padrenda, Ourense, com Purificación (Pura) Dominguez do Souto. // Foi padeiro em Ponte Barjas, Galiza. // Faleceu no lugar de Ferreiros, Padrenda, a --/--/1992, com 83 anos de idade. // Pai de Deolinda (casada com António Domingues); e de Glória (casada com António Santiago). // Irmão de João Carlos Afonso e de Bernardete de Lurdes Afonso. // Primo do Dr. Adriano Marques de Magalhães.  

 

AFONSO, João. Filho de Josefa Afonso, solteira, do lugar da Soalheira. Neto materno de Tomás Afonso e de Marcelina Pires, do mesmo lugar. Nasceu a 7/7/1865 e foi batizado na igreja de Cristóval a 9 desse mês e ano. Padrinho: João Bermudes, casado, lavrador, do lugar do Outeiro, Paços. 

 

AFONSO, José. Filho de Bernardino Afonso e de Lauria Monteiro, lavradores, residentes no lugar do Coto da Encruzilhada, freguesia de Cristóval. Nasceu e foi batizado em Santa Maria de Leirado, Ourense, Galiza, a 11/1/1844, mas veio para Portugal com os pais em tenra idade. // Era solteiro quando casou a 21/9/1881, na igreja de Cristóval, com Maria Marques, solteira, nascida a 31/1/1852, filha de Caetano José Marques e de Albina de Barros, lavradores, residentes em São Gregório. Testemunhas: Júlio de Sousa Viana, solteiro, negociante, de São Gregório, e Júlio Celestino Gonçalves, solteiro, morador no lugar da Porta.   

 

AFONSO, José Manuel. Filho de João Manuel Carlos, natural de Arcozelo, Ponte de Lima, e de Deolinda Marques Afonso, natural de Cristóval, Melgaço, jornaleiros. Nasceu em Cristóval a --/--/1917 (Correio de Melgaço n.º 247, de 29/4/1917).  

 

AFONSO, Josefa. Filha de Tomás Alonso, galego, e de Marcelina Gonçalves, cristovalense, moradores no lugar da Soalheira. N.p. de José Alonso e de Maria Alonso, de São Cipriano de Padrenda, Tui; n.m. de Maria Genoveva Pires, solteira, da Soalheira, Cristóval. Nasceu a 29/7/1833 e foi batizada pelo padre Manuel António Domingues, de Doma, a 2 de Agosto de esse mesmo ano. Padrinhos: Lourenço Alonso, tio da batizanda, e Josefa Bermudes, solteira, de Sucastelo. // Lavradeira. // Faleceu no dito lugar de Soalheira a 1/10/1901, no estado de solteira, com todos os sacramentos, sem testamento, e foi sepultada no cemitério. // Com geração.  

 

AFONSO, Laura Germana. Filha de Manuel Afonso, natural de Lamas de Mouro, e de Rosa de Jesus de Brito, de Cristóval, lavradores, residentes no lugar do Sobreiro. N.p. de António Afonso e de Maria Rosa Domingues; n.m. de António José de Brito e de Maria Joaquina Durães. Nasceu em Cristóval a 15/6/1899 e foi batizada na igreja a 19 desse mês e ano. Padrinhos: José Afonso e Albina Rosa da Silva, solteiros, lavradores. // Casou a 14/10/1922, na CRCM, com José Francisco Bernardo. // Enviuvou a 24/1/1983. // Faleceu em Cristóval a 3/4/1984.

 

AFONSO, Manuel. Filho de ----------- Afonso e de ------------------------------------. Nasceu por volta de 1864. // Morreu no lugar do Sobreiro a --/--/1934, com setenta anos de idade (Notícias de Melgaço n.º 225, de 11/3/1934).

 

AFONSO, Manuel António. Filho de João Manuel Carlos, natural de Arcozelo, Ponte de Lima, e de Deolinda Afonso, natural de Cristóval, lavradores, residentes no lugar de São Gregório. N.p. de Rosa da Conceição; n.m. de José Afonso e de Maria Marques. Nasceu em Cristóval a 28/8/1907 e foi batizado na igreja a 1 de Setembro desse mesmo ano. Padrinhos: António Afonso, solteiro, lavrador, e Albina Augusta de Araújo, solteira, proprietária.

 

AFONSO, Maria. Filha de Josefa Afonso, solteira, moradora no lugar da Soalheira. Neta materna de Tomás Afonso e de Marcelina Gonçalves, do dito lugar. Nasceu a 20/6/1859 e foi batizada na igreja de Cristóval a 22 desse mês e ano. Padrinho: João Bermudes, natural do lugar do Outeiro, freguesia de Paços. // Faleceu a 24/6/1873 e foi sepultada na igreja.

 

AFONSO, Maria de Lurdes. Filha de --------- Afonso e de -----------------------------. Nasceu em Arroteia a --/--/19--. // Casou com Indalécio Fernandes. // Divorciou-se antes de 1976, pois nesse ano efetuou partilhas amigáveis com o seu ex-marido. // Em 1998 residia no dito lugar de Cristóval (VM 1099). 

 

AFONSO, Miquelina de Jesus. Filha de Manuel Afonso e de Rosa de Brito, lavradores, residentes no Sobreiro. N.p. de António Afonso e de Maria Rosa Domingues, de Gavião, Lamas de Mouro; n.m. de António José de Brito e de Maria Joaquina Durães, do Sobreiro. Nasceu a 6/6/1893 e foi batizada a 8 desse mês e ano. Padrinhos: José Marques e Miquelina Marques, solteiros, moradores no Sobreiro. 

 

AFONSO, Rita. Filha de Francisco Afonso e de Maria Benta Balasteros, naturais da freguesia de Pontedeva, Ourense. // Faleceu em Cevide, Cristóval, a 31/3/1870, com 70 anos de idade, casada com António José Guerreiro, com todos os sacramentos, com testamento, e foi sepultada na igreja. // Mãe de Manuel, de José, e de Teresa.  

 

AIRES

 

AIRES, António José. Filho de Guenaro Aires e de Maria Teresa Monteiro, moradores em São Gregório. Neto paterno de António Aires e de Rosa Sanches, moradores que foram na Rua do Assento, São Vítor, Braga, e residentes em São Pedro de Crecente, Tui; neto materno de Bento Monteiro e de Balbina Rosa Domingues, de São Gregório. Nasceu a 3/10/1864 e foi batizado a 5 desse mês e ano. Padrinhos: Sebastião Sotto, casado, lavrador, do lugar das Casas Grandes, Desteriz, e a avó paterna do bebé. // Faleceu em São Gregório a 8/1/1882, com todos os sacramentos, e foi sepultado na igreja no dia seguinte.  

 

AIRES, Constança. Filha de Guenaro Aires e de Maria Teresa Monteiro, moradores em São Gregório. Neta paterna de António Aires e de Rosa Sanches, da Vila de Alhariz, Ourense; neta materna de Bento Monteiro e de Balbina Rosa Domingues, de São Gregório. Nasceu a 15/1/1873 e foi batizada na igreja de Cristóval a 20 desse mês e ano. Padrinhos: António Correia, casado, chapeleiro, de Desteriz, Galiza, e Francisca Alves, casada, moradora em São Gregório. // Faleceu em São Gregório a 8/9/1877 e foi sepultada na igreja.  

 

AIRES, Guenaro. Filho de António Aires e de Rosa Sanches, da freguesia de Alhariz, bispado de Ourense. // Lavrador. // Casou na igreja de Cristóval a 2/6/1858, com Maria Teresa, filha de Bento Monteiro e de Balbina (ou Umbelina) Rosa Domingues, de São Gregório. Testemunhas do ato religioso: Concha Pedraja, casada, e Manuel da Costa Pinho, casado, de Desteriz, Tui. (Ambos assinaram). // Casou em segundas núpcias na igreja de Cristóval a 12/5/1884 com Dolores Branca, proprietária, viúva de Pedro José da Costa, moradora no lugar da Ponte de Cevido, freguesia de São Miguel de Desteriz, Galiza. Testemunhas presentes: Manuel Francisco Rodrigues, viúvo, e Francisco José Rodrigues, solteiro, lavradores, residentes no lugar da Porta. // Com geração.  

 

AIRES, José. Filho de Guenaro Aires e de Maria Teresa Monteiro, residentes em São Gregório. Neto paterno de António Aires e de Rosa Sanches, moradores na Rua do Assento, Braga, e naturais da freguesia de Santo Estêvão de Alhariz, Ourense; neto materno de Bento Monteiro e de Balbina (ou Umbelina) Rosa Domingues, de São Gregório, Melgaço. Nasceu a 6/2/1859 e foi batizado na igreja de Cristóval a 8 desse mês e ano. Padrinho: Sebastião do Sotto, das Casas Grandes, Desteriz, Galiza. // Faleceu a 15/2/1867 e foi sepultado na igreja de Cristóval.

 

AIRES, Manuel António. Filho de Guenaro Aires e de Maria Teresa Monteiro, com a sua morada em São Gregório. Neto paterno de António Aires e de Rosa Sanches, de Crecente (São Pedro), Tui; neto materno de Bento Monteiro e de Balbina Rosa Domingues, de São Gregório. Nasceu a 18/3/1871 e foi batizado na igreja de Cristóval no dia seguinte. Padrinhos: António Correia, casado, chapeleiro, morador no lugar da Travessa, Desteriz, Tui, e Francisca Alves, casada, de São Gregório. // Faleceu a 5/10/1871 e foi sepultado na igreja.  

 

AIRES, Manuel Luís. Filho de Guenaro Aires e de Maria Teresa Monteiro, proprietários, moradores em São Gregório. // Faleceu a 5/9/1884, com sete anos de idade, e no dia seguinte foi sepultado no cemitério.

 

AIRES, Maria Josefa. Filha de Guenaro Aires, chapeleiro, e de Maria Teresa Monteiro, moradores em São Gregório. Neta paterna de António Aires e de Rosa Sanches, com a sua morada na Rua do Assento, Braga; neta materna de Bento Monteiro e de Balbina Rosa Domingues, de São Gregório. Nasceu a 11/8/1861 e foi batizada na igreja de Cristóval a 13 desse mês e ano. Padrinhos: Manuel da Costa Pinho, casado, chapeleiro, morador no lugar das Casas Grandes, Desteriz, e Josefa Antónia Rodrigues Passos, solteira, de São Gregório.

 

AIRES, Rosa. Filha de Guenaro Aires e de Maria Teresa Monteiro, moradores em São Gregório. N.p. de António Aires e de Rosa Sanches, de São Pedro de Crescente, Tui; n.m. de Bento Monteiro e de Balbina Rosa Domingues, moradores em São Gregório. Nasceu a 10/4/1867 e foi batizada na igreja de Cristóval a 12 desse mês e ano. Padrinhos: José Aires, solteiro, seu tio paterno, e a avó paterna, ambos residentes em Crescente, Galiza. // Casou na igreja de Cristóval a 4/9/1887 com João Umbelino Coelho, guarda, destacado em Cristóval, Melgaço, solteiro, nascido a 21/1/1860, filho de Joaquim Coelho e de Umbelina Antónia de Almeida, moradores na freguesia de Fornos de Algodres. Testemunhas presentes: o padre Luís Manuel Marques, morador em São Gregório, e Joaquim José Fernandes, casado, guarda da Alfândega, morador na Rua Verde. // Faleceu em Cristóval a 11/1/1953. // Com geração.
 
// continua...

quarta-feira, 12 de junho de 2019

GENTES DO CONCELHO DE MELGAÇO
(Freguesia de Cousso)
 
Por Joaquim A. Rocha


 
 
 
//continuação...
 
AFONSO, João. Filho de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Maria Alves, residentes no lugar de Cousso. Neto paterno de Manuel José Afonso e de Josefa Alves; neto materno de Manuel António Alves e de Maria Rosa Alves. Nasceu em Cousso a 12/9/1862 e foi batizado nesse mesmo dia. Padrinhos: António e Ana Alves, irmãos, solteiros, todos lavradores.

 

AFONSO, João. Filho de João Afonso, de Riba de Mouro, e de Maria Joana Gregório, moradores no lugar de Fojo de Virtelo. Neto paterno de Rosa Afonso, solteira; neto materno de Maria Luísa Gregório, solteira, todos lavradores. Nasceu em Cousso a 15/9/1869 e foi batizado no dia seguinte. Padrinhos: João Domingues Souto e Maria Gonçalves Rolo, moradores em Aldeia de Virtelo.   

 

AFONSO, João Silvestre. Filho de António Afonso e de Maria Alves, lavradores, residentes na Tojeira, Cousso. Neto paterno de Manuel Joaquim Afonso e de Maria Josefa Alves; neto materno de Manuel José Alves e de Maria Joana Afonso. Nasceu a 4 de Junho de 1887 e foi batizado no dia seguinte. Padrinhos: João Afonso e Rosa Afonso, tios paternos do bebé, solteiros, lavradores. // Casou com -------------------------. / Faleceu a --/--/19--. // (ver Mirandolina Afonso).

 

AFONSO, Joaquim. Filho de Francisco Afonso e de Luísa Gonçalves. Nasceu por volta de 1851. // Tinha trinta e seis anos de idade quando casou com Emília, de vinte e três anos de idade, filha de António Joaquim Domingues e de Maria Joaquina Enes, na igreja de Cousso, a 10/4/1887. Ele morava no lugar de Aldeia e ela no lugar de Cousso. Testemunhas: Manuel Joaquim Gonçalves Rolo, casado, e José Gonçalves, solteiro, ambos da freguesia de Cousso, todos lavradores.  

 

AFONSO, Joaquim. Filho de Manuel Afonso, natural de Cousso, e de Maria Joaquina Vaz, natural de Penso, moradores em Aldeia de Virtelo. N.p. de Francisco Afonso e de Joaquina Gonçalves; n.m. de Maria José Vaz, solteira, do lugar de Paradela, freguesia de Penso. Nasceu em Cousso a 12/12/1865 e foi batizado a 14 desse mês e ano. Padrinhos: Joaquim Gonçalves e sua mulher, Joaquina Afonso, de Cerdeiras.

 

AFONSO, Joaquim. Filho de António Afonso e de Maria Alves, da Tojeira, lavradores. Neto paterno de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Alves; neto materno de Manuel José Alves e de Maria Joana Afonso. Nasceu em Cousso a 20/11/1871 e foi batizado em casa, no lugar da Tojeira, no mesmo dia, pelo seu avô materno, em virtude da criança ter nascido fraca. Padrinho: o dito avô materno. // Lavrador. // Casou na igreja de Cousso a 24/2/1904 com a sua conterrânea e parente, Rosa Afonso, de 36 anos de idade, solteira, camponesa, filha de António Afonso e de Maria Teresa Domingues. Testemunhas presentes: Agostinho Afonso e Bento Afonso.  

 

AFONSO, Joaquim António. Filho de ------------ Afonso e de -----------------------------------. Nasceu a --/--/19--. // Casou com a sua conterrânea Maria Domingues. // Faleceu antes de 1994, assim como a sua mulher. // Pai de António, casado com Maria da Glória Rodrigues, de Paços. // Avô da Dr.ª Maria Leonor Afonso.

 

AFONSO, Joaquina. Filha de Francisco Manuel Afonso e de Maria Luísa Rodrigues. Nasceu em Cousso por volta de 1831. // Lavradeira. // Faleceu a 28/2/1893, em sua casa, sita no lugar de Cerdeiras, com todos os sacramentos da igreja católica, com 62 anos de idade, no estado de viúva de Joaquim Gonçalves Roldão, sem testamento, com filhos, e foi sepultada na igreja.   

 

AFONSO, Joaquina. Filha de ---------- Afonso e de ----------------------------------. Nasceu em Virtelo, Cousso, por volta de 1852. // Faleceu a --/--/1938, com 86 anos de idade (NM 403).  

 

AFONSO, José. Filho de -------------- Afonso e de -------------------------------------------------. Nasceu por volta de 1826. // Faleceu em Cousso a --/--/1912, com oitenta e seis anos de idade (Correio de Melgaço n.º 21, de 27/10/1912).

 

AFONSO, José. Filho de Manuel José Afonso e de Maria José Rodrigues. // Casou na igreja de Cousso a 19/7/1857, com Maria Luísa Afonso, filha de Joaquina Afonso, solteira, todos do lugar de Virtelo. Testemunhas: Manuel Joaquim Domingues, estudante, e Manuel Ventura Rodrigues, viúvo. // Os noivos eram parentes em 2.º e 3.º grau.   

 

AFONSO, José. Filho de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Alves. Neto paterno de Manuel José Afonso e de Josefa Alves; neto materno de Manuel António Alves e de Maria Rosa Alves, todos do lugar da Tojeira. Nasceu em Cousso a 18/10/1857 e foi batizado no dia seguinte. Padrinhos: o avô paterno e sua neta Ana, irmã do batizando. // Tinha 41 anos de idade, era solteiro, lavrador, quando casou a 28/12/1898, na igreja da sua freguesia de nascimento, com Joaquina Alves Barbeitos, de 34 anos de idade, solteira, camponesa, natural da freguesia de Penso, filha de Rosa Teresa Barbeitos, «e declaro que hoje existe uma escriptura de perfilhação, feita em Valadares aos vinte e dois dias do mês de Dezembro do anno de mil oito centos noventa e oito», escreveu o sacerdote. Testemunhas presentes: Agostinho Afonso, solteiro, lavrador, e Luís Enes, casado, lavrador. // A sua esposa faleceu em Cousso a 21/11/1950.

 

AFONSO, José. Filho de Manuel José Afonso, natural de Parada do Monte, e de Ana Joaquina Domingues, natural de Lamas de Mouro, lavradores, residentes em Ponte da Cela, Cousso. Neto paterno de António Luís Afonso e de Rosa Gonçalves; neto materno de António Domingues e de Maria Afonso. Nasceu em Cousso a 22/3/1878 e foi batizado a 25 desse mês e ano. Padrinhos: Sebastião Domingues, casado, e sua filha Maria Domingues, solteira, ambos de Fiães, Melgaço.     

 

AFONSO, José. Filho de ----------- Afonso e de -----------------------. // Morou em Virtelo. // A 16/12/2001 fazia parte da lista do PSD à Assembleia de Freguesia de Cousso. 

 

AFONSO, José Augusto. Filho de Joaquim Afonso e de Maria Domingues. Nasceu a --/--/1939 (NM 435). // Deve ser o mesmo senhor que casou com a sua conterrânea Maria Ilda Rodrigues. // Por volta de 1974, por doação verbal de seus sogros, Agostinho Rodrigues e Perfeita Alves, adquiriu uma casa de morada de dois pavimentos, com 58 m2, e rossios com 180 m2, sita no lugar de Cousso. // Em 1999 o casal residia na Praceta de São Mamede, Troviscoso, Monção (VM 1122). 

 

AFONSO, José Fernando. // Casou com Maria Luísa Domingues Casal, natural de Cousso. // Em 1999 residia nesta freguesia (VM 1121).

 

AFONSO, Júlia. Filha de Francisco Afonso, pedreiro, e de Florinda Alves, coussenses. N.p. de Manuel Afonso e de Maria Joaquina Vaz; n.m. de Manuel Luís Alves e de Maria Alves. Nasceu em Cousso a 10/2/1906 e foi batizado na igreja católica a 12 desse mês e ano. Padrinhos: António Alves, solteiro, lavrador, e Rosa Alves, solteira, camponesa. // Lavradeira. // Casou a 28/11/1928, na CRCM, com Augusto da Conceição Pereira Lemos, cantoneiro. // Por sentença de 15/7/1936 foi decretado o divórcio entre ambos; o seu marido encontrava-se ausente em Evres, Paris. // A 6/3/1938 iam ser arrematados em hasta pública alguns bens dela «penhorados na execução por custas e selos em que é exequente o Ministério Público.» O juiz de Direito era então o Dr. Alberto Simões Correia. // Faleceu na sua terra natal a 21/8/1969.   

 

AFONSO, Júlia. Filha de Maria Afonso. Nasceu em Cousso a --/--/1916 (Correio de Melgaço n.º 213, de 27/8/1916).

 

AFONSO, Júlio. Filho de António Afonso e de Maria Alves, lavradores, residentes na Tojeira. Neto paterno de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Alves; neto materno de Manuel José Alves e de Maria Joana Afonso. Nasceu a 13/9/1884 e foi batizado no mesmo dia. Padrinhos: padre Luís Afonso Tojeira e Rosa Afonso, tios paternos do bebé. / Faleceu na sua freguesia natal a 1/4/1955. 

 

AFONSO, Júlio. Filho de João Afonso e de Claudina Gonçalves. Nasceu em Cousso a --/--/1933 (Notícias de Melgaço n.º 182, de 5/2/1933). // Nota: deve ser o mesmo senhor que casou com Maria Joaquina Rodrigues, sua conterrânea; em 1996 residiam no lugar de Cousso (A Voz de Melgaço n.º 1057).

 

AFONSO, Justino. Filho de Maria Afonso, solteira. Neto materno de Francisco Afonso e de Luísa Gonçalves, moradores em Aldeia de Virtelo. Nasceu em Cousso a 7/2/1869 e foi batizado na igreja no dia seguinte. Padrinhos: Justino Pereira e sua mulher, Maria Rosa Domingues, do sobredito lugar, todos lavradores.  

 

AFONSO, Ludovina. Filha de Maria Afonso, solteira, coussense. Neta materna de Francisco Afonso e de Luísa Gonçalves, residentes no lugar de Aldeia, lavradores. Nasceu na freguesia de Cousso a 28/2/1866 e foi batizada a 1 de Março desse dito ano. Padrinhos: Manuel Joaquim Gregório, solteiro, alfaiate, do lugar do Fojo, e Maria Gonçalves, solteira, lavradora, do lugar de Aldeia. // Faleceu a 12/9/1869, no lugar de Aldeia de Virtelo, e foi sepultada na igreja paroquial.  

 

AFONSO, Luís. Filho de João Afonso e de Maria Afonso. Nasceu a 23 de Agosto de 1806. // Rural. // Faleceu no lugar de Cerdeiras de Virtelo a 15/8/1865, com todos os sacramentos, sem testamento, no estado de casado com Maria da Costa, e foi sepultado na igreja. // A sua viúva, Maria, filha de Nicolau Fernandes e de Maria da Costa, natural do bispado do Porto, faleceu a 30/4/1897, no lugar de Cerdeiras, freguesia de Cousso, concelho de Melgaço, apenas com a extrema-unção, com 75 anos de idade, sem testamento, com filhos, e foi sepultada na igreja de Cousso.  

 

AFONSO, Luís Abel. Filho de ----------- Afonso e de --------------------------------. Nasceu a --/--/19--. // Casou com Maria do Céu Ferreira Assunção, da Barca, Maia. // Em 2000 residiam em França (A Voz de Melgaço n.º 1148).

 

AFONSO, Luísa. Filha de Luís Afonso (Tola) e de Maria da Costa, lavradores, residentes em Cerdeiras (de Virtelo). N.p. de João Afonso e de Maria Afonso, do dito lugar; n.m. de Nicolau Francisco e de Maria da Costa, do lugar do Volinho (!), freguesia de Folgosa (São Salvador), Maia, bispado do Porto. Nasceu em Cousso a 2/9/1861 e foi batizada no dia seguinte. Padrinhos: Bento e Maria Gonçalves, irmãos, solteiros, moradores em Cerdeiras. // Faleceu em casa dos pais a 21/12/1864 e foi sepultada na igreja.     

 

AFONSO, Luísa. Filha de José Afonso e de Maria Afonso, moradores no lugar de Cerdeiras. Neta paterna de Manuel José Afonso e de Maria José Rodrigues, do mesmo lugar; neta materna de Joaquina Afonso, solteira, de Aldeia, todos lavradores. Nasceu em Cousso a 24/12/1864 e foi batizada a 27 desse mês e ano. Padrinhos: padre Manuel Rodrigues, reitor de Tangil, e Maria Rosa Domingues, solteira, lavradora, de Aldeia. // Faleceu a 19/11/1866 e foi sepultada na igreja.  

 

AFONSO, Luísa. Filha de António Afonso e de Maria Alves, lavradores, residentes no lugar da Tojeira, Cousso. Neta paterna de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Alves; neta materna de Manuel José Alves e de Maria Joana Afonso. Nasceu a 9/1/1882 e foi batizada a 13 desse mês e ano. Padrinhos: José Afonso e Rosa Afonso, tios paternos da neófita. // Faleceu a 23/11/1901, com todos os sacramentos da igreja católica, no estado de solteira, e foi sepultada no adro da igreja.

 

AFONSO, Manuel. Filho de Francisco Afonso (Morgado) e de Joaquina Gonçalves, lavradores, coussenses. Nasceu em Cousso por volta de 1840. // Casou na igreja de Cousso a 21/7/1864, com Maria Joaquina, de 20 anos de idade, filha de Maria José Vaz, solteira, natural de Paradela, freguesia de Penso. A noiva encontrava-se em Virtelo, Cousso, como criada de servir. Testemunhas: António Afonso, casado, e Rosa Maria Rodrigues Lobato, solteira, ambos do lugar de Cousso, e também Joaquina Afonso, esposa de Joaquim Roldão, de Virtelo, todos lavradores. // Faleceu a 21/6/1910, no lugar de Surribas, com todos os sacramentos da igreja católica, com 72 anos de idade, no estado de viúvo da sobredita Maria Joaquina Vaz, sem testamento, com filhos, e foi sepultado no adro da igreja paroquial. 

 

AFONSO, Manuel (Azevedo). Filho de Manuel Afonso e de Maria Luísa Rodrigues, camponeses, residentes no lugar de Cerdeiras. Nasceu em Cousso na década de quarenta do século XIX. // Lavrador. // Casou na igreja de Cousso, a 28/2/1881, com Luísa, de trinta e três anos de idade, filha de Manuel Domingues e de Maria Gonçalves, do lugar de Aldeia, lavradores. Testemunhas: José Gonçalves Roldão, viúvo, de Cerdeiras, e António Afonso, da Tojeira. (Os noivos eram parentes no 4.º grau de consanguinidade). // Morreu a 4/5/1904, no lugar de Cerdeiras, com todos os sacramentos da igreja católica, com 60 anos de idade, no estado de casado com a dita Luísa Domingues, com testamento, sem filhos, e foi sepultado no adro da igreja.   

 

AFONSO, Manuel. Filho de José Afonso e de Maria Luísa Afonso, moradores em Cerdeiras. N.p. de Manuel José Afonso e de Maria José Rodrigues; n.m. de Joaquina Afonso, solteira, de Aldeia. Nasceu em Cousso a 21/2/1871 e foi batizado no dia seguinte. Padrinhos: padre Manuel Rodrigues, reitor de Tangil, e Maria Rosa Domingues, casada com Justino Pereira, de Aldeia. // Faleceu em Virtelo a 24/6/1940.     

 

AFONSO, Manuel. Filho de Maria Afonso, solteira, camponesa. Neto materno de Francisco Afonso e de Luísa Gonçalves, moradores em Aldeia. Nasceu em Cousso a 30/5/1873 e foi batizado na igreja católica a 1 de Junho desse mesmo ano. Padrinhos: Manuel José Gonçalves, solteiro, do lugar de Pousadas, e Maria Gonçalves, solteira, do lugar de Aldeia. // Faleceu a 5/10/1879 e foi sepultado na igreja paroquial. 

 

AFONSO, Manuel. Filho de ---------------- Afonso e de --------------------------------------------. Nasceu a --/--/18--. // Casou a --/--/1915 com Maria Gonçalves Roldão (Correio de Melgaço n.º 174, de 14/11/1915).

 

AFONSO, Manuel. Filho de Maria Afonso, solteira, camponesa, moradora no lugar de Surribas. Neto materno de Manuel Afonso e de Maria Joana Vaz. Nasceu em Cousso a 23/11/1901 e foi batizado na igreja católica no dia seguinte. Padrinhos: Manuel Esteves, solteiro, lavrador, e Luísa Esteves, solteira, criada de servir.

 

AFONSO, Manuel. Filho de ---------- Afonso e de -------------------------------------. Nasceu por volta de 1902. // Faleceu no lugar de Virtelo a --/--/1933, com apenas trinta e um anos de idade (NM 191, 23/4/1933).

 

AFONSO, Manuel. Filho de António Afonso e de Maria Gonçalves. Nasceu em Cousso a --/--/1917 (Jornal de Melgaço n.º 1172, de 25/8/1917). // Nota: é provável que tenha participado na desordem de 10/10/1937, aquando da festa a Santo António, na qual foi abatido a tiro Maximino de Lima, solteiro, natural de São Cosme, freguesia da Gave (ver Notícias de Melgaço n.º 372, de 17/10/1937).

 

AFONSO, Manuel. Filho de ----------- Afonso e de ----------------------------------. Nasceu a --/--/192-. // Em 1938 fez exame do ensino primário na escola de Cousso e ficou aprovado; era então regente escolar Eliseu J. P. Lemos (Notícias de Melgaço n.º 411).

 

AFONSO, Manuel António. Filho de Manuel Afonso e de Maria Alves, rurais, coussenses. Nasceu em Cousso por volta de 1804. // Faleceu a 9/2/1874, em casa de Manuel António Afonso, sita no lugar de Rabosa, freguesia de Penso, com cerca de 70 anos de idade; era lavrador, e estava viúvo de Rosa Maria Pires. Foi sepultado na igreja paroquial de Penso. // Fizera testamento. // Deixou filhos.   

 

AFONSO, Manuel Joaquim. Filho de António Afonso e de Maria Teresa Domingues. Nasceu na freguesia de Cousso por volta de 1855. // Tinha quarenta e cinco anos de idade, estava solteiro, quando casou na igreja da sua freguesia natal a 25/2/1900, com a sua conterrânea e parente no terceiro grau de consanguinidade, Adelaide Júlia Gregório, de vinte e um anos de idade, solteira, filha de José Gregório, de Cousso, Melgaço, e de Rosa Alves, de Riba do Mouro, Monção. Testemunhas presentes: João Afonso Tojeira, lavrador, e Agostinho Afonso, também lavrador, residentes em Cousso. // Faleceu na freguesia de Cousso a 22/2/1914.

 

AFONSO, Manuel Joaquim. Filho de José Afonso e de Maria Luísa Afonso, moradores em Cerdeiras. Neto paterno de Manuel José Afonso e de Maria José Rodrigues; neto materno de Joaquina Afonso, solteira, moradora em Aldeia. Nasceu a 18/12/1860 e foi batizado no dia seguinte. Padrinhos: padre Manuel António Gonçalves e Maria Afonso, casada com José Esteves. // Faleceu em casa dos pais a 4/3/1861.     

 

AFONSO, Manuel Joaquim. Filho de João Afonso e de Maria Joana Gregório, lavradores, residentes no Fojo. Neto paterno de Rosa Afonso, solteira, de Riba de Moura; neto materno de Maria Luísa Gregório, solteira, do Fojo. Nasceu em Cousso a 29/6/1864 e foi batizado no dia seguinte. Padrinhos: Manuel Moreira e Maria Joaquina Esteves, solteiros, lavradores, residentes no Carvalho, Riba de Mouro.     

 

AFONSO, Manuel José. // Do lugar da Tojeira, freguesia de Cousso. // Casou com Josefa Alves. // Faleceu na sua terra natal, no estado de viúvo, sem testamento, a 16/1/1858, e foi sepultado na igreja a 18 desse mês e ano.

 

AFONSO, Manuel José. Filho de Manuel Afonso e de Luísa Rodrigues, lavradores, residentes no lugar de Aldeia. Nasceu no lugar de Aldeia de Virtelo, freguesia de Cousso, por volta de 1796. // Rural. // Faleceu em Cerdeiras de Virtelo a 3/1/1867, com 71 anos de idade, com todos os sacramentos, sem testamento, no estado de viúvo de Maria José Rodrigues, e foi sepultado na igreja. // Deixou filhos.   

 

AFONSO, Manuel José. Filho de António Afonso e de Maria Alves, moradores no lugar de Tojeira. Neto paterno de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Alves; neto materno de Manuel José Alves e de Maria Joana Afonso. Nasceu em Cousso a 24/9/1869 e foi batizado no dia seguinte. Padrinhos: o seu avô materno e Rosa Afonso, casada com Francisco Alves, do dito lugar, tia afim da criança, lavradores. // Nota: deve ser o mesmo senhor que faleceu no lugar de Cousso com quarenta e quatro anos de idade, a --/--/1914 (Correio de Melgaço n.º 123, de 3/11/1914). 

 

AFONSO, Maria. // Casou com Manuel Esteves, natural do lugar de Aldeia, freguesia de Cousso. // Faleceu nesta freguesia a 23/11/1856, no estado de viúva, sem testamento, e foi sepultada na igreja no dia seguinte. 

 

AFONSO, Maria. Filha de Sebastião Afonso e de Maria Rosa Gonçalves, lavradores. // Faleceu no lugar de Cousso a 19/4/1864, de repente, com 57 anos de idade, sem testamento, casada com Manuel António Enes, rural, e foi sepultada na igreja. 

 

AFONSO, Maria. Filha de Joaquina Afonso, lavradeira, coussense. Nasceu em Cousso por volta de 1826. // Faleceu a 13/6/1903, no lugar de Cerdeiras, com todos os sacramentos, com 77 anos de idade, no estado de casada com José Afonso Morgado, sem testamento, com filhos, e foi sepultada no adro da igreja paroquial.   

 

AFONSO, Maria. Filha de Luís Afonso e de Rosa Rodrigues, coussenses. Nasceu em Cousso por volta de 1841. // Faleceu a 2/3/1911, no lugar de Cerdeiras, onde residia, com todos os sacramentos da igreja católica, com 70 anos de idade, casada com José Maria Alves, sem testamento, com filhos, e foi sepultada no adro da igreja paroquial.

 

AFONSO, Maria. Filha de Francisco Afonso e de Luísa Gonçalves, lavradores, coussenses. Nasceu em Cousso por volta de 1842. // Camponesa. // Faleceu a 25/4/1909, no lugar de Cerdeiras, onde residia, tendo recebido apenas o sacramento da extrema-unção, com sessenta e sete anos de idade, no estado de solteira, sem testamento, com filhos, e foi sepultada no adro da igreja.

 

AFONSO, Maria. Filha de António Afonso e de Maria Teresa Domingues, lavradores, residentes no lugar de Cousso. Neta paterna de Manuel José Afonso e de Josefa Maria Alves, da Tojeira; neta materna de Francisco Domingues e de Ana Enes. Nasceu em Cousso a 7/9/1860 e foi batizada a 9 desse mês e ano. Padrinhos: o avô materno e Maria Rodrigues, viúva, da Tojeira. // Faleceu na sua freguesia a 1/10/1939.

 

AFONSO, Maria. Filha de ---------- Afonso e de ----------------------------------------. Nasceu por volta de 1861. // Faleceu no lugar de Virtelo, Cousso, com 54 anos de idade, a --/--/1915 (Correio de Melgaço n.º 173, de 7/11/1915).

 

AFONSO, Maria. Filha de ---------- Afonso e de ----------------------------------------. Nasceu a --/--/1915. // Faleceu no lugar de Virtelo, Cousso, a --/--/1915, com apenas três meses de idade (Correio de Melgaço n.º 170, de 17/10/1915).

 

AFONSO, Maria Amélia. Filha de Alfredo Afonso e de Adelaide Júlia Gregório. Nasceu em Cousso a --/--/1917 (Jornal de Melgaço n.º 1169, de 4/8/1917).

 

AFONSO, Maria Amélia. Filha de ---------- Afonso e de ----------------------------. Nasceu no lugar da Cela, Cousso, a --/--/1936. // Faleceu a --/--/1938, com apenas dois anos de idade (Notícias de Melgaço n.º 411, de 28/8/1938).

 

AFONSO, Maria da Conceição. Filha de Domingos Afonso e de Maria Rodrigues. Neta paterna de Manuel José Afonso e de Josefa Alves; neta materna de Manuel António Rodrigues e de Quitéria Rodrigues, todos de Tojeira. Nasceu em Cousso a 8/12/1856 e foi batizada em casa por Josefa Alves, mulher de Manuel Joaquim Afonso, do dito lugar, que foi depois na igreja a madrinha.     

 

AFONSO, Maria de Jesus. Filha de Manuel Afonso e de Arminda Alves. Nasceu na freguesia de Cousso a --/--/1934 (NM 221, de 28/1/1934).

 

AFONSO, Maria Joaquina. Filha de Manuel Afonso e de Maria Luísa Rodrigues, coussenses. Nasceu na freguesia de Cousso por volta de 1836. // Camponesa. // Faleceu a 26/5/1880, no lugar de Cerdeiras, onde morava, com todos os sacramentos da igreja católica, com quarenta e quatro anos de idade, no estado de solteira, sem testamento, sem filhos, e foi sepultada na igreja paroquial. 

 

AFONSO, Maria Joaquina. Filha de João Afonso e de Maria Joana Gregório, moradores no lugar de Cousso. Neta paterna de Rosa Afonso, solteira, do lugar do Carvalho, Riba de Mouro; neta materna de Maria Luísa Gregório, do lugar do Fojo. Nasceu em Cousso a 29/6/1859 e foi batizada na igreja a 3 de Julho desse mesmo ano. Padrinhos: João Domingos, solteiro, do lugar de Aldeia, e Maria Joaquina Alves, também solteira, do sobredito lugar de Riba de Mouro. // Tinha vinte e cinco anos de idade, era solteira, camponesa, morava no lugar do Fojo, quando casou na igreja paroquial de Parada do Monte a 30/4/1885 com José Vieites, natural de Parada do Monte, de 30 anos de idade, solteiro, lavrador, filho de Manuel António Vieites e de Maria Esteves. // Faleceu no lugar de Aldeia Grande, Parada do Monte, a 24/6/1903, sem quaisquer sacramentos, no estado de casada, sem testamento, e foi sepultada no adro da igreja paroquial. // Com geração (ver em Parada do Monte).

 

AFONSO, Maria José. // Casou com Manuel Gonçalves, natural do lugar de Aldeia, freguesia de Cousso. // Faleceu nesta freguesia a 24/1/1859, sem testamento, no estado de viúva, e foi sepultada na igreja no dia seguinte. 

 

AFONSO, Maria Justina. Filha de João Afonso e de Maria Joana Gregório, lavradores, residentes no lugar do Fojo. Neta paterna de Rosa Afonso, solteira, de Riba do Mouro; neta materna de Maria Luísa Gregório, solteira, do dito lugar do Fojo. Nasceu em Cousso a 1/9/1866 e foi batizada no dia seguinte. Padrinhos: José, solteiro, natural de Eiriz, Gave, filho de Maria Luísa Domingues, viúva, e Maria, solteira, filha de Manuel Gonçalves Rolo, de Aldeia. // Faleceu na sua freguesia a 20/10/1945.   

 

AFONSO, Maria Leonor. Filha de --------- Rodrigues e de ---------------- Dias. Nasceu na freguesia de Cousso a --/--/19--. // Casou com Fernando Manuel Rodrigues Carreira, natural de Caranguejeira, Leiria. // No ano de 1978 adquiriram – através de permuta verbal com Manuel Fernandes e sua esposa, Maria Alves, do lugar de Cousso – a “Casa de Palheiro”, sita no dito lugar, a confrontar a nascente com Perfeita Alves, etc. // Em 2000 ainda ali residiam (A Voz de Melgaço n.º 1131).

 

AFONSO, Maria Leonor (Dr.ª). Filha de António Afonso, natural de Cousso, e de Maria da Glória Rodrigues, natural de Paços. N.p. de Joaquim Afonso e de Maria Domingues, naturais de Cousso; n.m. de Manuel Rodrigues (Neca) e de Leonor de Jesus Pires, naturais de Sá, Paços. Nasceu a --/--/19--. // Terminou o Curso de Direito na Universidade de Sorbone com elevada classificação (VM 1002, de 1/3/1994).

 

AFONSO, Maria Luísa. Filha de Manuel Afonso e de Mariana Gonçalves, lavradores. // Faleceu no lugar de Virtelo a 28/6/1862, com setenta e dois anos de idade, com todos os sacramentos, com testamento, no estado de casada com Manuel António Afonso Lima, e foi sepultada na igreja paroquial. // Não deixou filhos.

 

AFONSO, Maria Luísa. Filha de José Afonso e de Maria Luísa Afonso. Neta paterna de Manuel José Afonso e de Maria José Rodrigues; neta materna de Joaquina Afonso, solteira, do lugar de Aldeia. Nasceu em Cousso a 11/12/1858 e foi batizada no dia a seguir. Padrinhos: Joaquim Gonçalves Roldão e Luísa Domingues, filha de Inácio Domingues e de Rosa Rodrigues, do lugar de Cerdeiras.    

 

AFONSO, Maria Luísa. Filha de Manuel Afonso, natural de Cousso, e Joaquina Vaz, natural de Penso, lavradores, residentes no lugar de Aldeia. N.p. de Francisco Afonso e de Joaquina Gonçalves; n.m. de Maria José Vaz, solteira, de Paradela, Penso. Nasceu em Cousso a 1/8/1876 e foi batizada no dia a seguir. Padrinhos: Joaquim Afonso e Maria Luísa Afonso, solteiros, lavradores, residentes em Virtelo.   

 

AFONSO, Maria dos Prazeres. Filha de Manuel Joaquim Afonso e de Adelaide Júlia Gregório, coussenses. Neta paterna de António Afonso e de Maria Teresa Domingues; neta materna de José Gregório e de Rosa Alves. Nasceu em Cousso a 17/10/1901 e foi batizada na igreja católica a 20 desse dito mês e ano. Padrinhos: Agostinho Afonso e sua irmã, Rosa Afonso, solteiros, lavradores. // Casou a 28/11/1924, na Conservatória do Registo Civil de Melgaço, com Abílio Afonso. // Enviuvou a 13/7/1970. // Faleceu a 2/1/1992, na freguesia de Geme, Vila Verde, com 90 anos de idade.

 

AFONSO, Maria Rosa. Filha de Manuel José Afonso e de Maria José Rodrigues, lavradores, coussenses. Nasceu em Cousso por volta de 1822. // Morou no lugar de Aldeia. // Faleceu a 17/10/1904, na igreja de Cousso, com todos os sacramentos, com 82 anos de idade, no estado de viúva de José Esteves, sem testamento, com filhos, e foi sepultada no adro da igreja.   

 

AFONSO, Maria Rosa. Filha de João Afonso e de Maria Gregório, moradores no lugar do Fojo, freguesia de Cousso. Nasceu em Cousso por volta de 1860. // Tinha 27 anos de idade, era solteira, camponesa, morava no dito lugar, quando casou na igreja paroquial de Parada do Monte a 26 de Maio de 1887 com Manuel Esteves, de 28 anos de idade, solteiro, lavrador, natural daquela freguesia de Melgaço, morador no lugar de Aldeia Grande, filho de António Luís Esteves e de Mariana Domingues.

 

AFONSO, Maria Rosa. Filha de Maria Afonso, lavradeira. Neta materna de Francisco Afonso e de Luísa Gonçalves Rolo, com a sua morada no lugar de Aldeia. Nasceu na freguesia de Cousso a 7/7/1876 e foi batizada dois dias depois. Padrinhos: Manuel Gonçalves Roldão e Maria Rosa Rodrigues, solteiros, lavradores, residentes no lugar de Aldeia. // Casou a 25/9/1905 com o seu conterrâneo António Gonçalves. // Mãe de Alexandrina e de Isaura...

 

AFONSO, Mirandolina. Filha de Angelina Afonso, solteira. Neta materna de Manuel Afonso e de Joaquina Domingues. Nasceu a 6/2/1893 e foi batizada na igreja de Cousso a 8 desse mês e ano. Padrinhos: Luís Manuel Domingues, casado, e Maria Domingues, solteira, lavradores. // Casou (*) a --/--/1914 com Clementino Pires (Correio de Melgaço n.º 84, de 25/1/1914). /// (*) Confirmar se é esta senhora ou a de baixo.

 

AFONSO, Mirandolina. Filha de António Afonso e de Maria Alves. Neta paterna de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Maria Alves; neta materna de Manuel José Alves e de Maria Joana Afonso. Nasceu a 24/9/1893 e foi batizada na igreja nesse dia. Padrinhos: padre Luís Manuel Afonso, reitor de Cousso, e Ana Afonso, solteira, lavradora, tios paternos da criança. // Faleceu na sua freguesia a 22/2/1966.     

 

AFONSO, Mirandolina. Filha de João Silvestre e de Claudina Gonçalves. Nasceu em Cousso a --/--/1938. // Faleceu com apenas quinze dias de vida (NM 411, de 28/8/1938).

 

AFONSO, Rosa. Filha de Maria Afonso. // Nasceu no lugar e freguesia de Cousso por volta de 1803. // Faleceu a 28/1/1874, no lugar da Tojeira, apenas com o sacramento da extrema-unção, por estar demente, com setenta e um anos de idade, no estado de solteira, e foi sepultada na igreja.

 

AFONSO, Rosa. Filha de Manuel Afonso e de Maria Luísa Rodrigues, coussenses. Nasceu em Cousso por volta de 1804. // Lavradeira. // Faleceu a 19/3/1879, no lugar do Fojo, onde residia, com todos os sacramentos da igreja católica, com setenta e cinco anos de idade, no estado de viúva de Manuel José Gregório, sem testamento, com filhos, e foi sepultada na igreja paroquial. 

 

AFONSO, Rosa. Filha de Manuel José Afonso e de Josefa Maria Álvares. Nasceu por volta de 1820. // Faleceu a 22/11/1891, no lugar de Cousso, com todos os sacramentos da igreja católica, com 71 anos de idade, casada com Agostinho Dias, sem testamento, e foi sepultada na igreja paroquial de Cousso. // Deixou sobrinhos.

 

AFONSO, Rosa. Filha de Manuel Afonso e de Maria Luísa Rodrigues, coussenses. Nasceu em Cousso por volta de 1839. // Lavradeira. // Faleceu a 27/6/1880, no lugar de Pousada, onde residia, com todos os sacramentos da igreja católica, com 41 anos de idade, viúva de João Pinto, sem testamento, sem filhos, e foi sepultada na igreja. 

 

AFONSO, Rosa. Filha de --------- Afonso e de --------------------------. Nasceu em Cousso por volta de 1857. // Faleceu a --/--/1938, com 81 anos de idade (NM 411, de 28/8/1938).

 

AFONSO, Rosa. Filha de Manuel Joaquim Afonso e de Josefa Maria Alves, lavradores, residentes na Tojeira. Neta paterna de Manuel José Afonso e de Josefa Maria Alves; neta materna de Manuel António Alves e de Maria Rosa Alves. Nasceu em Cousso a 6/3/1860 e foi batizada a 8 desse mês e ano. Padrinhos: Manuel José Alves, viúvo, lavrador, residente em Tojeira, e Rosa Afonso, casada com Agostinho Dias, lavradeira. // Nota: deve ser a mesma senhora que faleceu no lugar de Virtelo, freguesia de Cousso, a --/--/1933, com 72 anos de idade (NM 198, de 18/6/1933).

 

AFONSO, Rosa. Filha de ----------- Afonso e de ---------------------------------------. Nasceu por volta de 1862. // Faleceu no lugar de Cousso a --/--/1934, com 72 anos de idade (Notícias de Melgaço n.º 225, de 11/3/1934). 

 

AFONSO, Rosa. Filha de António Afonso e de Maria Teresa Domingues, moradores no lugar de Cousso. N.p. de Manuel José Afonso e de Josefa Maria Alves, da Tojeira; n.m. de Francisco Domingues e de Ana Enes. Nasceu em Cousso a 24/9/1866 e foi batizada no dia seguinte. Padrinhos: Agostinho Dias e sua esposa, Rosa Afonso, do lugar de Cousso, tios afins e consanguíneos da batizanda. // Casou na igreja da sua terra natal a 24/2/1904 com Joaquim Afonso, seu parente e conterrâneo.     

 

AFONSO, Rosa. Filha de António Afonso e de Maria Alves, lavradores-proprietários. Neta paterna de Manuel Joaquim Afonso e de Maria Josefa Alves; neta materna de Manuel José Alves e de Maria Joana Afonso, todos moradores em Tojeira. Nasceu em Cousso a 15/6/1876 e foi batizada no dia seguinte. Padrinhos: José Afonso e Ana Afonso, tios da criança, solteiros, lavradores, também residentes no lugar acima citado. // Faleceu a 1/2/1902, no lugar da Tojeira, com todos os sacramentos, solteira, sem testamento, e foi sepultada no adro da igreja.  

 

AFONSO, Rosa. Filha de António Afonso e de Maria Gonçalves. Nasceu em Cousso a --/--/1912 (Correio de Melgaço n.º 11, de 18/8/1912).

 

AFONSO, Rosa Emília. Filha de José Afonso e de Maria Afonso, moradores em Cerdeiras. N.p. de Manuel José Afonso e de Maria José Rodrigues, do dito lugar; n.m. de Joaquina Afonso, solteira, de Aldeia, todos trabalhadores no mundo rural. Nasceu em Cousso a 9/1/1862 e foi batizada a 12 desse mês e ano. Padrinhos: padre Manuel António Gonçalves e Maria Afonso, casada com José Esteves, de Aldeia.

 

AFONSO, Rosa Maria. Filha de João Afonso, almocreve, e de Maria Gregório, moradores em Fojo. Neta paterna de Rosa Afonso, solteira, de Corvelo, Riba de Mouro; neta materna de Luísa Gregório, solteira, do Fojo. Nasceu em Cousso a 6/5/1861 e foi batizada a 8 desse mês e ano. Padrinhos: José Alves, solteiro, alfaiate, de Eiriz, Gave, e Rosa Gregório, solteira, tia materna da batizanda.

 

AFONSO, Secundino. Filho de Francisco Afonso e de Florinda Alves, lavradores. Neto paterno de Manuel Afonso e de Maria Joana Vaz; neto materno de Manuel Luís Alves e de Maria Alves. Nasceu em Surribas a 28/6/1894 e foi batizado na igreja de Cousso a 1 de Julho desse ano. Padrinhos: Joaquim Veloso, pedreiro, e Maria Afonso, lavradeira, solteiros. // Casou com Gracinda, de 19 anos de idade, sua conterrânea, filha de Manuel Francisco Alves e de Maria Domingues, na CRCM, a 8/7/1920. // Ambos faleceram em Cousso: a esposa a 13/11/1940 e ele a 2/3/1963.  

 

AFONSO, Silvestre. Filho de Rosa Afonso. Nasceu em Cousso a --/--/1938 (NM 414).

 

AFONSO, Valeriano. Filho de ------------ Afonso e de -------------------------------------------. Nasceu a --/--/18--. // Casou a --/--/1916 com Rosa Alves (Correio de Melgaço n.º 222, de 29/10/1916).